Compartilhar

Fundado em tempo recorde por quatro jovens empreendedores, o www.hipermercato.com.br vai além do lucro e busca soluções para problemas econômico e sociais causados pelo Coronavírus.

Com o objetivo de surgir como uma solução para os microempresários e autônomos, A www.inovarti.com.br criou o primeiro marketplace social do Brasil chamado de www.hipermercato.com.br.

O marketplace social do hipermercato funciona exatamente como qualquer outro marketplace (exemplo: Ifood, Uber, Rappi, Mercado Livre,…) onde os lojistas e prestadores de serviço poderão se cadastrar como vendedores e oferecerem um cardápio de produtos ou serviços aos seus clientes regionais.

Assim os lojistas possuirão uma página descrevendo sua empresa e mostrando os seus produtos/serviços.

Um ponto altamente estratégico que Inovarti adotou na plataforma foi uma solução inteligente para solucionar nesse momento o não cadastramento de produtos (apesar do cliente contar com essa função em sua dashboard)

Essa solução é para que os microempresários e autônomos já possam atuar de forma rápida regionalmente.

E como funciona esse processo?

Basicamente criamos um produto customizado default em todos os nossos lojistas. Esse produto se chamará "Compre Agora!". Ele é um produto que assim que o cliente entra no link dele para comprar, se tem um chat, onde o cliente vai interagir em tempo real com os lojistas.

Digamos que um cliente encontre uma farmácia regional e entre nesse produto, e que ele por exemplo vai pedir via chat: 2 Paracetamol e 1 Novalgina.

O atendente responderá com o valor e assim que o atendente tiver o ok do cliente o atendente preencherá 2 campos com o nome do produto e o valor e enviará via chat para o cliente. Com isso na tela do cliente apresentará o botão (Compre agora: Paracetamol e 1 Novalgina por 25 reais)

O cliente ao clicar no botão irá adicionar os itens em seu carrinho onde poderá assim prosseguir com o seu pedido, informando o seu endereço na primeira compra e escolhendo as formas de pagamento (onde hoje para sermos mais ágil termos apenas DINHEIRO e CARTÃO)

Caso o cliente selecione a opção de pagamento por DINHEIRO o sistema perguntará ao cliente se ele precisa de troco e para quanto seria.

Caso o cliente selecione a opção CARTÃO, o estabelecimento levará via motoboy a maquininha da loja para que o cliente possa efetuar o pagamento.

Dessa forma creio que a plataforma será de muita utilidade para os microempresários e autônomos possam digitalizar seu negório de maneira rápida e simples.

Esperamos assim que o projeto atenda a todos da melhor forma possivel e nesse momento enquanto durar a crise do coronavírus não iremos cobrar nada pela operação. Deixando assim o projeto 100% filantrópico nesse momento tão difícil.

Assim o lojista poderá ter uma alternativa contra o oligopólio dos APPS de entrega. Que chegam a cobrar seus incríveis 20%.

Compartilhe:

Perguntas e respostas

Sua Pergunta

Artigos Relacionados
Recomendamos para você
Índice